Ivo S. G. Reis - Artigos, Poesias, Contos e Crônicas
Textos


Confirmado: Argumentos, números e informações que embasaram a reforma da Previdência são falsos

Em matéria publicada no dia 25/09/2019, sob o título “A falsificação das contas da Previdência Social: tréplica ao governo”, a revista Carta Capital confirma o que já havíamos denunciado em nosso livro “Reforma da Imprevidência: O Mantra da Persuasão”: argumentos e números utilizados na propaganda institucional do governo são falsos e manipulados.

Não é mais segredo para ninguém que o atual governo é neoliberal e rentista, governando sob a ótica da austeridade fiscal e favorecendo as elites econômicas. Ou seja, aperta-se o cinto no andar de baixo e afrouxa-se no andar de cima. O superministro Paulo Guedes e guru econômico de Bolsonaro é um neoliberal e rentista assumido, uma espécie de Hobin Hood ao contrário, que só sugere medidas que tirem dos mais pobres para favorecer os mais ricos (bancos, grandes corporações, mercado de capitais e investidores). Prova disso foi a primeira reforma proposta pelo governo Bolsonaro, a “reforma da Previdência”.

Para essa reforma, havia porém um problema: não existiam argumentos e números verdadeiros que a justificassem, como também não havia (inicialmente) apoio da opinião pública e nem mesmo dos parlamentares. Era preciso, então, convencer a ambos e fabricar um consenso de interesse do governo. Mas como fazer isso com as informações disponíveis? Resposta: Falseiem-se as informações, os números e os argumentos; espalhe-se o terrorismo psicológico e o medo; façam-se chantagens econômicas; compre-se os votos necessários, liberando emendas parlamentares para os apoiadores e, principalmente, conquiste-se a mídia de massa, a qualquer custo, fazendo-a trabalhar alinhada com a propaganda institucional do governo. Tudo isso deverá vir embalado numa maciça propaganda de persuasão, repetindo o mantra que atormentará os ouvidos do povo, diariamente : “é necessária uma reforma da previdência para promover o equilíbrio fiscal das contas públicas”. E assim foi feito e deu certo (até aqui).

Na matéria “Paulo Bastos denuncia a Fraude de Paulo Guedes: as contas falsas da Reforma da Previdência”, diz a revista Carta Capital, em 13/09/2019:
“[...] A matéria de capa da Carta Capital explica as outras manipulações. Um escândalo que vale CPI, pois são estas as contas que ilustram as apresentações enganosas feitas por representantes do governo desde abril. O governo precisa liberar publicamente todas as outras planilhas. O povo precisa saber a conta verdadeira.”.

Já da matéria “A falsificação das contas da Previdência Social: tréplica ao governo”, da mesma revista, em sua edição de 25/09/2019, destacamos os seguintes fragmentos de texto:
 
“[...]É digno de nota que já apresentamos publicamente as planilhas oficiais falsificadas em Audiência Pública no Senado Federal na última sexta-feira (20/09), em que esteve presente o Secretário de Previdência Social Leonardo Rolim. O mesmo responsabilizou a Secretaria de Política Econômica pela planilha falsificada. “ (grifos nossos)
 
 
[...]Não há como negar: houve falsificação das contas da Previdência Social que embasam a proposta oficial de reforma nas principais apresentações à imprensa e à Câmara dos Deputados feitas pelo Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Não há como jogar a falsificação para debaixo do tapete, nem escondê-la sob cortinas de fumaça. (grifos nossos)

Ainda na mesma matéria, há uma recomendação (que endossamos fortemente) para que sejam lidos os artigos abaixo (clique aqui para acessar os links):
 
• Governo diz que reforma da Previdência não aumenta desigualdade
• Pesquisadores descobrem trapaça do governo em cálculos da reforma da Previdência
• As contas falsas sobre a "economia" da Reforma da Previdência

Cabe agora a você, leitor (anda há tempo), checar o que aqui foi exposto e tirar suas conclusões. E seja ela qual for, divulgue esse artigo, para que outros tenham a mesma oportunidade e iniciativa.
Ivo S G Reis
Enviado por Ivo S G Reis em 26/09/2019
Alterado em 26/09/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mencionar: Autor original: Ivo S. G. Reis; fonte: Recanto das Letras - Site do Autor - http://www.ivosgreis.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários